"Quem começa a entender o amor, a explica-lo, a qualifica-lo e quantifica-lo, já não está amando..." (Roberto Freire)

15
Ago 09

Bem ontem tentamos trazer a nossa afilhada a passar uns dias connosco, o pai não deixou. Não fiquei indignada com isso, mas com o facto de não ser Homem para nos atender o telemóvel e dizer-nos na cara que afinal tinha mudado de ideias...

 

Enfim...Existem homens que só são homens para bater nas mulheres e só se lembraram que teem uma filha quando lhes convém...É o caso dele. Só se lembra que a Bárbara existe quando lhe apetece e achar que se deve lembrar...

 

Quando a minha irmã fui dele por maus tratos elas tiveram um mês a viver comigo aqui em Lisboa e nunca foi capaz de ligar a perguntar se a menina precisava de alguma coisa...E agora vocês perguntam: Como a minha irmã foi capaz de voltar para ele?!

Alguns dizem que é Amor, outros porque teem uma filha em comum...Pois eu digo que é parvoice e burrice e egoismo da parte da minha irma. Sim teem uma filha em comum, mas que mãe deseja que os seus filhos vivam num ambiente onde existe violência?!

 

Nenhuma...Nós vivemos bem isso de perto com a nossa mãe...Vimos o que ela sofreu nas mãos do meu pai e do meu padrasto...E perguntou-me eu: Como as minhas irmãs não são capazes de desejar um futuro melhor depois de terem visto o que a nossa mãe passou?

Acreditem que não compreendo...

As vezes ela liga-me a pedir € porque não teem para comprar as coisas para a menina, porque o pai não lhe dá...

 

É triste muito triste e dói-me o coração só de pensar que aquele menina linda pode passar necessidades, porque teem uns pais malucos, que não conseguem perceer que em primeiro lugar está a Barbara, as necessidades dela...

 

 E mais poderia escrever aqui sobre esse assunto, mas acreditem que não haveria blog que aguentasse tantas palavras de maus tratos...Tantos relatos...Foram 23anos a viver de perto a violência doméstica...Não minha, porque felizmente optei por outros caminhos diferentes dos meus irmãos...Foi para a universidade, tirei um curso superior, tenho um bom emprego e sou independente...E tenho um namorado 5estrelas...Que sei que seria incapaz de me levantar a mão....

Mas vivi de perto a violência da minha família, primeiro a da minha mãe, depois das minhas irmãs...Desde violações dos maridos, a bater na mulher grávida, ir pros cafés embebedar-se e bater na mulher...

Uma série de relatos que não teem fim...

 

publicado por UmPedacinhoDeMiM às 12:04

comentários:
Olá,
Sabes o engraçado disto tudo? é que as pessoas pensam que o melhor é para os filhos é terem os pais juntos a todo o preço. Eu discordo por vezes é melhor estarem afastados para que as crianças cresçam em ambientes que lhes sejam favoraveis.
No fundo toda esta imposição social acaba por fechar os olhos à violencia a bem do conceito FAMILIA. Vivemos numa sociedade demasiado hipocrita que se preocupa demasiado com as aparencias.
Beijinhos
Marta a 15 de Agosto de 2009 às 12:32

Concordo plenamente...O que me revolta mais é a minha irma ter vivido de perto estas situações e não querer mudar a vida...

Realmente... o que e que ela vai fazer quando ele agredir a filha? Ou sera que tem duvidas disso?

Enfim...

B'jinhos,

Fatima
Fátima Bento a 15 de Agosto de 2009 às 13:50

Espero que isso nunca aconteça...Porque se isso acontecer terei mesmo de intervir de uma maneira porque agradável...Ela é minha afilhada e não quero que ela viva o que nos vivemos.

Desculpa dizê-lo de forma tão fria, mas concordo contigo ao dizer que é pura burrice... Não sei o que vai na cabeça de tantas mulheres como a tua irmã, preferem continuar a sofrer e fazer os filhos sofrerem? Hoje em dia há associações que ajudam nessa época de dor, que dão abrigo e que ajudam a mante-las em segurança, então porquê continuar a viver na escuridão?
Não existirá maneira de chamar a tua irmã à razão?
beijinhos
Just_Smile a 15 de Agosto de 2009 às 17:14

Já a tentei chamar a razão várias vezes, e qual a melhor arma para alguém cair em si do que ter vivido de perto a violência que a nossa mãe sofreu?!
É por isso que não consigo entender...Nós vivemos horrores na nossa infância por o meu pai bater na minha mãe e depois o meu padrasto...Isso levou a morte da minha mãe...Será que não conseguem ver tirar nenhuma lição desse exemplo de vida?
Eu tentei ajudá-la, esteve a viver aqui comigo, paguei tudo porque ela nao tinha dinheiro...Nunca lhe exigi nada...Mas não podendo ter uma vida melhor ela consegui pensar na filha.

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13

16
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Posts mais comentados
20 comentários
17 comentários
13 comentários
12 comentários
11 comentários
10 comentários
10 comentários
10 comentários
comentários recentes
Jente sem vida e vontade propria . As linhas ke se...
Farta do trabalho?!?- que tal um patrão que só sab...
olaJa estas melhor?? bejinhos
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
O meu chefe esta sempre a dizer isso...Afinal tem ...
Olá,Foi o que fiz...Cheguei a casa depois do traba...
Conta até 10... respira fundo... Beijinhos
Respira e vai espairecer, caminhar faz bem^^Beijin...
Oi! Podes crer este calor mata-nos... nem apetece ...
A verdade é que nao me lembro muito bem dos moment...
mais sobre mim
blogs SAPO