"Quem começa a entender o amor, a explica-lo, a qualifica-lo e quantifica-lo, já não está amando..." (Roberto Freire)

03
Mar 09


Sabes nem sempre conseguimos ser amados, podemos amar, mas sermos amados é a parte mais difil...Conseguir o amor incodicional de alguém é uma constante luta, uma constante batalha...Nem sempre está destinado ficarmos com a pessoa que amamos e que queremos... O importante da vida, nem sempre é o amor..È conseguirmos sentirmos-nos realizados, por vezes isso não é possivel a todos os níveis, há pessoas que conseguem, outras não...Neste momento estas encaixado nas que nao consegue...Falta-te alguém...Amas, mas não és correspondido...Não é mau e não é bom...Quando isso acontece faz-nos pensar Porque?Porque nao consigo ter o amor dela?! Bem, nem sempre escolhemos a pessoa correcta...Nessas alturas temos de vivar a nossa mente, os nossos pensamentos, para algo mais importante para nós, do que tentarmos obter o amor de algúem... Neste momento, devias lembrar-te que tens um sonho, um sonho pelo qual abdicas-te do teu casamento, pelo qual lutaste e desejaste e desejas muito.. SER PILOTO...Todas as energias que depositaste nessa rapariga, nesse amor, coloca-as no teu curso, faz dele o teu principal objectivo, a tua batalha, a tua guerra, e torna-no numa conquista... Não olhes para trás, se um dia olhares que seja para te lembrares que conseguiste o teu objectivo, que agora és um PILOTO...Não quero que olhes para o passado e que penses: Se eu tivesse?!....Não podem existir SE.... É importante sermos amados, é importante sentirmos que há alguém que goste de nós, mas não podemos deixar que essa procura por algo que é essencial, nos faça não ver que há mais para além de um amor...O nosso primeiro erro é tornarmos as coisas por garantidas, o segundo é queremos algo que sabemos que não podemos ter...Mesmo sabendo que não podemos ter lutamos por ela, canalizamos o nosso dia-a-dia nisso...Depois ficamos desiludidos, ficamos desanimados, pensamos que vamos ficar sozinhos, ficamos tristes, em baixo... porque nao conseguimos...A culpa é nossa, porque decidimos enfrentar uma batalha que ja sabiamos que estava perdida... Neste momento, para ti Paulo, a unica batalha que não tens perdida e pela qual tens de lutar, é pelo teu curso...Canaliza o teu pensamento nisso, faz disso um objectivo de vida...Existem coisas que surgem por acrescimo...O amor é uma delas...Surge, não se procura, não se busca...É inesperado, incerto, supreendente...E quando menos esperares vais ser supreendido e nessa altura vais perceber que essa rapariga foi tempo perdido...Usa esse tempo perdido, em algo que tens a ceretza que consegues, em algo que sabes que pode ser teu, em algo que nao se procura mas que se conquista...O teu CURSO.. Nunca te esqueças:O passado faz de nós o que somos hoje, não deixes que no futuro esse passado não faça de ti um PILOTO...

publicado por UmPedacinhoDeMiM às 09:03
tags:

Eu era tão pequena, tão indefesa, tão....Mas era tudo menos eu....Deixaste-me, partiste...Hoje nem consigo lembrar como tu eras...Só as fotografias me trazem a memória a tua imagem...
Há quanto tempo nao pronuncio esta palavra: Mãe...Deixaste um vazio tão grande dentro de mim, como um buraco sem fundo, um buraco que cresceu, cresceu,cresceu e nunca parou de crescer...Não parei de sofrer, não parei de chorar...Sabes é surreal...Nunca pensei que perder alguém doesse tanto, nos magoasse tanto...
Não tive tempo suficiente para te conhecer bem, nem tu a mim...A vida roubou-nos essa oportunidade...Roubo-nos tantas coisas...Imagino como tu serias agora?!Perguntou-me se terias orgulho em mim?!Na mulher que me tornei, na mulher que hoje sou....
Acho que terias e muito...Eu tenho muito orgulho em ser tua filha, em poder ter tido uma mãe como tu, uma mãe que deu tudo por nós, que sempre quis o melhor para os seus filhos...Que passou sacrificios...Meus Deus que sacrificios...
Nem imaginas as saudades que tenho tuas...A falta que me fazes....Cada vez que escrevo uma palavra é uma lagrima que cai...É uma dor tão grande, que sufoca...
A vida foi injusta, roubou-te de mim, roubou-me a oportunidade de ter conhecido como se vive em família, como se é amada por ti...No entanto, consigo olhar para trás com um sorriso nos lábios....
Não é fácil escrever sobre o que sinto, em relação a tua morte...A verdade é que sinto tanto,tanto,tanto a tua falta...É um dor indescritivel, é uma agonia, um sofrimento....Como foi possivel ter acontecido?!Podemos controlar tantas coisas na nossa vida, mas a Morte é uma delas sobre a qual nao temos controlo...
A tua morte fez-me ver que eu conseguia ter uma vida melhor, fez-me querer mais para mim, fez-me definir objectivos, prioridades...Consegui olhar para a tua vida, e perceber o que eu queria na minha...
Aprendi a lutar, aprendi a viver...Mas existem muitos receios dentro de mim...Existem medos...E eu sei que se tu tivesses aqui terias uma palavra de conforto, uma certeza para mim...Saberia que tu saberias o que fazer...
Não me queixo da minha vida, nem do meu passado...Há pessoas piores do que eu, com um passado muito mais doloroso, obscuro...O meu foi simplesmente triste...Ficou sem alegria com a tua partida...
Mas consegui dar a volta por cima, porque consigo olhar para a vida das outras pessoas e perceber o que quero ou não para mim...
Todas as noites penso em ti, penso naquelas pessoas que teem a oportunidade de terem uma mãe, que tem alguém a quem recorrer quando se sentem menos desamparados...
Sabes o que me chateia mais?! São aquelas pessoas que se estão sempre a queixar, que pensam que a vida delas não prestam.Que se preocupam com coisas fúteis, que não veem a vida delas sem namorado, sem mais alguém..E estão a esquecer-se do mais importante...Esquecem-se daquelas pessoas que nunca nos abandonam por mais maus que sejamos, que nos amam incondicionalmente e genuinamente. Que não nos julgam e não nos podem nada em trocar pelo seu amor..Algumas dessas pessoas não sabe o que não é ter ninguém, não sabe o que não é ter família, não sabe o que é chegar a casa e sintir-se sozinha, ter de aprender a viver, ter de aprender que a vida depende só dela, que nao pode contar com mais ninguem....Como eu gostava de trocar anos da minha vida para estar uns segundos contigo...
 
publicado por UmPedacinhoDeMiM às 07:41
tags:

Bem, está parte é a mais dificil para mim escrever...Nunca escrevi dela...É uma parte da minha vida que queria que nunca tivesse acontecido, que nunca tivesse existido, mas nós não temos controlo sobre a mãe natureza, nao temos controlo sobre a Morte...

Tinha eu 13 anos quando a minha mãe morreu, morreu da forma mais estúpida, de acidente...Nesse dia o meu mundo desabou, senti que o mundo tinha fugido debaixo dos meus pés...Não é que eu tivesse uma relação muito aberta com a minha mãe ou que fosse mais chegada, mas não precisamos disso para percebermos que a nossa mãe é a pessoa mais importante para nós...
Pois eu percebi na altura errada, percebi quando nao podia estar mais com ela...A minha Mãe sofreu muito, esteve 5dias no hospital, não se lembrava as vezes de nós, não sabia o que lhe tinha acontecido...
Era muita dor para mim e para os meus irmãos...Muitas pessoas se questionam como se consegue superar uma perda grande?! Não existe uma formula para isso...Ninguém nos pode ensinar a suportar uma dor desta dimensão, existem coisas que temos de aprender sozinhos...
Foram dias muitos dificies, o funeral, o enterro...Os dias após o funeral..Meu Deus....Já passaram 10 anos, mas parece que o tempo não andou...Parece que tudo aconteceu hoje...
 
Tentei o suicidio algumas vezes, não conseguia suportar a dor, o desespero que querer falar com ela e não conseguir...De querer sentir o seu toque, de querer alcança-la e não conseguir...
Lutei muito para não cometer nenhuma loucura, pensava muito nas pessoas que gostavam de mim, nas pessoas que eu amava, mas até algumas dessas me trairam... Quando eu pensava que já não podia sofrer mais, algo acontecia...
Mas nunca desisti, nunca deixei de lutar, sempre acreditei que um dia seria feliz, que um dia teria um curso, que um dia poderia olhar para tras e nao sentir rancor, da vida que tive...
Cresci muito depressa, nao tive aquela infancia feliz, nem uma adolescencia como todos teem, mas o passado fez de mim o que sou hoje...Foi o passado que me deu forças para lutar....
 

 

 

 

Agradeço a Deus cada minuto, cada suspiro, cada lágrima, cada dor...Foram eles todos que me ajudaram a chegar aqui....


">


publicado por UmPedacinhoDeMiM às 04:45


Já há muito tempo que queria escrever um blog, sobre a minha infância, a minha vida....Mas faltava algo, coragem?!Poderei chamar-lhe isso?!
Hoje tomei essa decisão, não pensei muito..Agi...Sou assim, não gosto de pensar muito, quanto mais penso menos faço...Assim segui o meu instinto...
Não importa quem sou, de onde venho...O importante é que as pessoas que lerem este blog, consigam sentir que nem tudo na vida esta perdido, que consigam olhar para a minha vida feliz e consigam olhar para as delas e pensarem que também são capazes...
Quem disse que viver era fácil?! Não falo em sobreviver, porque como um amigo meu me diz, nos não sobrevivemos, aprendemos a viver...


Nada é fácil de alcançar, é preciso lutar, mesmo quando a vida nos mostra todos os motivos para desistir, para baixar os braços...



 

publicado por UmPedacinhoDeMiM às 04:14

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29
30
31


Posts mais comentados
20 comentários
17 comentários
13 comentários
12 comentários
11 comentários
10 comentários
10 comentários
10 comentários
comentários recentes
Jente sem vida e vontade propria . As linhas ke se...
Farta do trabalho?!?- que tal um patrão que só sab...
olaJa estas melhor?? bejinhos
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
O meu chefe esta sempre a dizer isso...Afinal tem ...
Olá,Foi o que fiz...Cheguei a casa depois do traba...
Conta até 10... respira fundo... Beijinhos
Respira e vai espairecer, caminhar faz bem^^Beijin...
Oi! Podes crer este calor mata-nos... nem apetece ...
A verdade é que nao me lembro muito bem dos moment...
mais sobre mim
blogs SAPO